Em assembleia realizada na manhã desta segunda-feira, 14,  os funcionários da Chesf em Campina Grande, decidiram que irão aderir a  greve nacional para os dias 22, 23 e 24 deste mês maio, seu objetivo é pelo abertura real das negociações do Acordo Coletivo de Trabalho e contra a proposta do GovernoTemer que quer privatizar a Eletrobras.

Segundo o presidente do Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias Urbanas na Paraíba (Stiupb), Wilton Maia Velez, já aconteceram três rodadas de negociação sem que houvesse avanços.

A nova rodada de negociação está prevista para acontecer no próximo dia 17, em Brasília. Caso a empresa apresente algum avanço durante esta quarta rodada, os trabalhadores poderão decidir pela suspensão da greve e pelo prosseguimento das negociações.

A assembléia em Campina foi presidida pelos diretores do Stiupb, Guilherme Mateus, Henrique Diógenes e por Osvaldo Aristides e contou com boa parte da categoria, que também segue apreensiva em relação ao processo de privatização da Companhia, por parte do Governo Federal.

Deixe uma resposta

Fechar Menu