O Sindicato dos Urbanitários de Rondônia (Sindur-RO) está na campanha 16 dias de ativismo “pelo fim da violência contra a mulher”.

A diretora do Sindur, Giovana Barros, explica que as urbanitárias de Rondônia iniciaram a campanha dia 25 de novembro e prossegue até 10 de dezembro. O tema é “Viver em paz, é viver sem medo. Basta de violência contra a mulher!”.

A FNU – Federação Nacional dos Urbanitários – parabeniza o Sindur pela iniciativa!

Os 16 dias de ativismo começaram em 1991, quando mulheres de diferentes países, reunidas pelo Centro de Liderança Global de Mulheres (CWGL), iniciaram uma campanha com o objetivo de promover o debate e denunciar as várias formas de violência contra as mulheres no mundo, segundo a ONU Mulheres Brasil.

No Brasil, a Campanha ocorre desde 2003 e é chamada 16+5 Dias de Ativismo, pois incorporou o Dia da Consciência Negra, de acordo com a Procuradoria Especial da Mulher. A mobilização termina em 10 de dezembro, Dia Internacional dos Direitos Humanos. Cerca de 150 países participam da campanha.

A data é uma homenagem às irmãs Pátria, Minerva e Maria Teresa, conhecidas como “Las Mariposas” e assassinadas em 1960 por fazerem oposição ao governo do ditador Rafael Trujillo, que presidiu a República Dominicana de 1930 a 1961, quando foi deposto.

ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

Deixe uma resposta

Fechar Menu