A Aneel tem emitido comunicados sobre a segurança das barragens do setor elétrico  e anunciado vistorias nas usinas. Considerando a importância desse assunto, a direção do Sindieletro informa que a segurança das edificações será tema da audiência com o Governo de Minas e com a nova gestão da empresa. O pedido de reunião já foi apresentado pela entidade esta semana.

“A Cemig, como empresa pública, sempre teve atuação na gestão de segurança de suas barragens. No entanto, o recém empossado presidente da estatal, Cledorvino Belini, afirmou em vídeo recente que a atuação da empresa sob seu comando, estará, acima de tudo, voltada para a geração e distribuição de dividendos”, pondera Jefferson.

“Essa declaração nos preocupa muito, pois foi esse modelo de gestão privado e irresponsável que possibilitou tragédias como a da Vale, ” explica o dirigente do Sindieletro.

“O Governador Zema e o presidente da Cemig têm que escolher e revelar o plano para a empresa: querem uma Cemig pública, voltada para a segurança e o desenvolvimento dos mineiros, ou uma empresa que coloca o lucro acima de tudo e de todos?” questiona Jefferson Silva.

Fonte: Ascom Sindieletro-MG

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu