Entidades representantes da classe trabalhadora no Rio Grande do Sul, entre elas o Sindiágua-RS, aproveitaram o feriado de Carnaval para espalhar 100 outdoors em Porto Alegre e no interior do Rio Grande do Sul denunciando nove deputados federais que já manifestaram favoravelmente à reforma da Previdência proposta pelo governo de Michel Temer (MDB). Cada cartaz, que ficará exposto ao longo de duas semanas, exibe fotos de três parlamentares e traz as chamadas “Eles querem acabar com a sua aposentadoria” e “Não à reforma da Previdência”.

Os deputados que são “denunciados” na campanha são: Alceu Moreira (MDB), Darcísio Perondi (MDB), Jones Martins (MDB), José Fogaça (MDB), Mauro Pereira (MDB), Osmar Terra (MDB), Ronaldo Nogueira (PTB), Renato Molling (PP) e Yeda Crusius (PSDB).

“Estamos mostrando para a sociedade a cara dos deputados da base aliada do golpista Temer que têm se manifestado a favor dessa antirreforma da Previdência, os que querem acabar com o direito à aposentadoria”, afirma o presidente da CUT-RS, Claudir Nespolo.

A campanha tem o apoio do Sindiágua-RS, CPERS Sindicato, Federação dos Metalúrgicos, Federação dos Trabalhadores no Ensino Privado, Federação dos Trabalhadores na Alimentação, Federação dos Trabalhadores na Saúde, Federação Democrática dos Sapateiros, Sindicato dos Petroleiros, Sindicato dos Metalúrgicos de Porto Alegre, Sindicato dos Bancários de Porto Alegre, Sindipolo, Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas e Sindicato dos Rodoviários de Canoas. (fonte: Sul21)

Deixe uma resposta

Fechar Menu