Além do nosso trabalho por todo o Rio Grande do Sul, onde os nossos Representantes Sindicais estão percorrendo as Câmaras Municipais e entregando nossa carta de repúdio à Medida Provisória 844/18, o SINDIÁGUA acompanhou, durante a semana passada em Brasília, a Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental (FNSA), que esteve reunida com o presidente do Congresso Nacional, Eunício Oliveira, para solicitar que ele devolva a MP ao Palácio do Planalto, já que ela apresenta uma série de inconstitucionalidades. A MP transforma a água em mercadoria, deixando de ser essencial à vida e trazendo o caos a todos nós.

O SINDIÁGUA luta pela água pública de qualidade para todos e todas e com preço justo. Nessa linha política, procuramos todos os atores da política nacional para que saibam o que está acontecendo. Foi uma semana de intensas reuniões e esclarecimentos aos deputados e deputadas bem como de senadores e senadoras que nos receberam.

Nesta luta, destacamos o apoio do deputado Elvino Bohn Gass e do senador Paulo Paim, que com sua história de responsabilidade e respeito no Congresso Nacional, agendou, a nosso pedido, uma audiência com o presidente do Congresso Nacional.

O SINDIÁGUA também conversou com diversos parlamentares, como os senadores Petecão, do Acre, e Lasier Martins, do RS, além da senadora Gleisi Hoffmann, do Paraná. Também conversamos com vários deputados e deputadas, como Geovane Cherini e Dionilso Marcon, ambos do RS, e outros parlamentares de todos os estados do Brasil.

Nosso trabalho rendeu resultados positivos e muito apoio de todos os partidos, inclusive do PSDB. Outra importante mobilização foi a audiência pública com mais de 500 pessoas presentes e milhares de pessoas acompanhando via Facebook a transmissão pela TV da Câmara. A audiência foi organizada pela Comissão de Desenvolvimento Urbano da Câmara. O SINDIÁGUA esteve representado pelo seu presidente interino e coordenador da FNSA, Arilson Wünsch, e pelo secretário de Saneamento Ambiental e Serviços Municipais, Cleverson Vinícius Giordani.

O calendário contra a MP tem mais uma importante data: dia 29 de agosto o senador Paulo Paim reunirá a sociedade para uma nova rodada de discussão, desta vez no Senado.

Deixe uma resposta

Fechar Menu