Esta semana, teremos a satisfação de conhecer um pouco mais dessa nova empregada da CESAN, a ERIKA DE ARAUJO COELHO que, em Agosto próximo, irá completar seu primeiro ano na Cesan e, atualmente, desempenha a função de MONITORAMENTO DE ESTAÇÃO DE TRATAMENTO DE ÁGUA  na DIVISÃO DE OPERAÇÃO E MANUTENÇÃO CENTRO NORTE (O-DCN) em Nova Vénecia.

 

Sindaema: Como foi aceitar trabalhar em Nova Venécia? Você já conhecia a cidade?

Erika: A aceitação foi um processo que, à priori assustou um pouco, e ainda se faz contínuo; não conhecia a cidade que, por sinal é muito longe do meu lugar de origem, o que me tirou totalmente da minha zona de conforto. Hoje, encaro como uma chance de amadurecimento e crescimento, me concentrando em viver um dia de cada vez.

Sindaema:  Você é natural de onde?

Erika:Guarapari.

Sindaema: É o seu primeiro emprego?
Erika: Não é o meu primeiro emprego.

Sindaema: Então, quais foram suas experiências anteriores?
Erica:Trabalhei com saneamento em esgoto na ETE Araçás, pela Odebrecht.

Sindaema: Qual sua formação acadêmica?
Erika: Engenheira Civil.

Sindaema: Como tem sido sua rotina de trabalho?
Erika: A rotina se concentra em muito trabalho e responsabilidade. É uma função que exige muito de mim e que tive que me superar em diversos âmbitos da minha vida. Meus afazeres consistem em monitorar a qualidade da água das estações de tratamento in loco, bem como oferecer todo o suporte que abrange desde fornecimento de suprimentos até intervenções técnicas conclusivas.

Sindaema: E a sua relação com os colegas de trabalho?
Erika: As amizades que fiz aqui na O-DCN são os melhores presentes que recebi nesta experiência. É o que tem facilitado minha adaptação dia após dia. Em meu histórico profissional, nunca fiz parte de uma equipe tão unida, tão prestativa e tão solicita em ajudar sempre. Sou completamente grata por ter escolhido Nova Venecia pra trabalhar dentre as opções que tinha em minha nomeação, foi sem dúvidas, a melhor escolha.

Sindaema: Sua família já veio conhecer sua nova cidade?
Erika: Minha família já veio três vezes em Nova Venecia.

Sindaema: Qual a parte mais desafiadora do seu trabalho?
Erika: Superar meu medo em relação à dirigir em estrada. Tem sido um processo diário no qual tenho ciência que irá me trazer crescimento profissional e pessoal.

 

Sindaema: Você se filiou ao sindicato recentemente. O que te motivou à filiação?
Erika: O período que estamos vivendo de mudanças, restrições dos direitos trabalhistas e, a própria mudança na direção sindical, que promete trazer uma oxigenada às negociações junto à empresa.

 

Sindaema:  Como foi participar da assembleia de levantamento de pauta para o acordo coletivo?
Erika: Foi produtivo e agregou muito. Sempre bom ter voz e ciência dos seus direitos.

 

Sindaema: O que você gostaria de falar aos seus colegas de trabalho da O-DCN?
Erika: Agradeço todos os dias por ter escolhido esta Divisão pra trabalhar. Agradeço a generosidade, a compreensão dos meus limites, o pensamento coletivo de sempre e que sou muito grata por ter conhecido cada um deles. Todos, em sua individualidade, são importantes pra mim e fundamentais em minha rotina.

 

Sindaema:  E, por fim, quais são seus objetivos para os próximos 10 anos?

Erika: Pretendo estar realizada profissionalmente, encarando os desafios que surgirem e estar mais próxima da minha família.

Deixe uma resposta

Fechar Menu