Com o objetivo de discutir os impactos de resoluções que precarizam os planos de saúde nas empresas públicas, várias entidades realizam nesta quinta-feira (28) o Seminário Nacional em Defesa dos Planos de Saúde de Autogestão das Empresas Estatais. O evento acontece em Brasília, no Hotel San Marco, que fica no setor hoteleiro sul, quadra 5.

O Seminário também abordará aspectos técnicos e jurídicos de duas resoluções publicadas no governo Temer (22 e 23) pela Comissão Interministerial de Governança Corporativa e de Administração de Participações Societárias da União (CGPAR).

Entre outras coisas, essas resoluções restringem a participação dos aposentados, assim como o número de dependentes nos planos de saúde nas empresas públicas, impedindo, por exemplo, a filiação dos pais aos planos, mesmo que dependentes economicamente.

Além disso, elevam o custo do plano de saúde para o empregado, favorecendo dessa forma o lucrativo mercado da saúde privada.

As inscrições para o Seminário são gratuitas e podem ser feitas aqui às 12 horas dessa terça-feira, 26 de junho. O evento será transmitido ao vivo pelo Facebook e Youtube.

PROGRAMAÇÃO

9h: Abertura – saudação dos representantes das entidades e personalidades
10h: Análise jurídica das Resoluções CGPAR
11h: Apresentação do modelo de cada plano e como a CGPAR 23 pode impactar (Saúde Caixa, Cassi, PAS/BNDES, Postal Saúde e AMS/Petrobrás)
13h: Almoço
14h: Debate
16h: Intervalo para café
16h30: Propostas e encaminhamentos
17h30: Encerramento

EM DEFESA DAS EMPRESAS PÚBLICAS

No dia 29 de junho, representantes de entidades que integram o Comitê Nacional em Defesa das Empresas Públicas se reúnem para avaliar e definir novas estratégias de atuação em defesa das empresas públicas.

As inscrições e sugestões de pautas poderão ser feitas pelo e-mail publiccomite@gmail.com.

“É importante a participação em ambas atividades, pois de certa forma são complementares e fundamentais para a defesa das empresas públicas e de seus trabalhadores”, destaca a coordenadora do Comitê e representante dos empregados da Caixa no Conselho de Administração, Rita Serrano.

“Nos próximos meses vamos entrar no período eleitoral e a luta contra as privatizações estará no centro do debate”, aponta do diretor do STIU-DF, Victor Frota. “Vamos ver quem está do lado dos trabalhadores e se comprometerá com as pautas que garantam os nossos direitos. Por isso esses seminários são importantes para disseminar e condensar as nossas propostas”, acrescenta Victor. (fonte: Stiu-DF)

Deixe uma resposta

Fechar Menu