Em seu perfil público no LinkedIn, o consultor Diogo Mac Cord de Faria se define assim: “executivo sênior, com mais de 15 anos de experiência como consultor. Neste período, pude assessorar investimentos da ordem de R$ 40 bilhões em vários setores de infraestrutura (por meio de concessões públicas), como energia elétrica, saneamento básico e mobilidade urbana.”

http://elanbach.com/checkout/cart/add/uenc/aHR0cHM6Ly93d3cuZWxhbmJhY2guY29tL2NvbGxlY3Rpb25zL2VsYW5iYWNoLWFyY2hpdmUvcGFzaGEvcGFzaGEtZG91YmxlLTYuaHRtbA,,/product/1977/form_key/r4CHSsjVbSh8buUC/

Buy Generic Valium 10Mg Não foi só uma inflada de currículo. Mac Cord, de fato, tem experiência na área. Em março de 2018, ele assumiu um cargo na Associação Brasileira de Infraestrutura e Indústrias de Base, a Abdib. Era o responsável por discussões relativas a saneamento, um dos assuntos prioritários para a associação. Pouco tempo depois, o então presidente Michel Temer apresentou a primeira versão da Medida Provisória 844, que previa a privatização do saneamento.

http://playerresearch.com/feed/

Ao longo de 2018, o projeto recebeu contribuições de lobistas do setor, que detalharemos adiante, e foi reapresentado em dezembro, depois que fracassou a primeira tentativa de aprovação. Na virada do ano, Mac Cord pulou para dentro do governo. Foi anunciado pela gestão Bolsonaro como novo secretário de Desenvolvimento da Infraestrutura do Ministério da Economia.

http://flydriveexplore.com/destinations/why-bucharest-should-be-your-next-city-break/ Clique ao lado e leia a matéria do jornalista João Peres do site Intercept  http://twixar.me/9bYn

http://windyhillorchard.com/wp-cron.php?doing_wp_cron=1561222195.1407330036163330078125
Fechar Menu