Com o objetivo de formular políticas para o saneamento básico, lutar contra qualquer tentativa de privatização da água e elaborar documentos no setor, foi criado o Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento – ONDAS -, por entidades sociais, sindicais e acadêmicas.

O ato de criação foi realizado, nesta quarta-feira (25/4), na Universidade de Brasília – UnB, porém, a assembleia de fundação (oficial) está marcada para o dia 7 de junho, às 17 horas, também na UnB.

Entidades do setor reunidas em Brasília

Nestas terça e quarta-feiras (24 e 25/4), em Brasília, ocorreu a reunião do Coletivo Nacional de Saneamento e da Frente Nacional de Saneamento Ambiental (FNSA) com o objetivo de formatar suas reestruturações.

Foi eleita a comissão provisória da coordenação da Frente, que tem como tarefa convocar as entidades para o seu relançamento e se projetar como protagonista na luta contra a privatização da água, na defesa da  reforma urbana, na luta pela retomada dos investimentos públicos na área do saneamento.

Ficou agendada para 7 de junho a nova reunião da FNSA, em Brasília.

Deixe uma resposta

Fechar Menu