Um grande ato em defesa da Chesf/Eletrobras e contra a privatização do setor elétrico será realizado nesta sexta-feira, dia 11 de maio, a partir das 7 horas, no município de Paulo Afonso, na Bahia.

O objetivo é chamar a atenção da sociedade e dos dirigentes públicos para a necessidade de preservação do Rio São Francisco e demostrar a necessidade de defender a Eletrobras/Chesf contra a tentativa de privatização do setor elétrico nacional.

Durante o evento, será realizada uma caminhada pelo centro de Paulo Afonso, além de depoimentos e manifestos de apoio ao Rio São Francisco.

O ato está sendo organizado pelo Sinergia-BA em parceria com a Federação Nacional dos Urbanitários (FNU), Confederação Nacional dos Urbanitários (CNU), Federação Regional dos Urbanitários do Nordeste (FRUNE), Movimentos Populares, Entidades de Classe, Frente Parlamentar em defesa do Rio São Francisco (Nacional e Regional), Igrejas, ONG’s, Representantes e Dirigentes Públicos, entre outros.

As atividades têm início, às 7h, com a concentração na entrada principal de Paulo Afonso, em frente ao Módulo Policial. Em caminhada, os manifestantes passarão pela Feira e Centro comercial da cidade, chegando à tradicional Praça das Mangueiras, onde serrão feito pronunciamento das personalidades e lideranças presentes no evento.

“Esperamos fazer uma grande mobilização em defesa da Chesf e do setor elétrico brasileiro. Toda atenção à questão é urgente, pois a privatização anunciada pelo governo federal significa também a privatização do Rio São Francisco e isso não podemos permitir”, ressalta Raimundo Lucena, diretor do Sinergia-BA e Presidente da Frune, convocando a população pauloafonsina e de toda região para o evento.

O Sinergia-BA e os demais movimentos sociais e lideranças, em nome do Movimento amplo em defesa do Rio São Francisco da Eletrobras e da Chesf, convidam a população de toda região para prestigiar o evento. “Esta é uma oportunidade para cada cidadão do nordeste, que tem amor pelo Velho Chico e pela Chesf/Eletrobras manifestar seu sentimento e, dessa forma, chamar a atenção do país para a preservação do Velho Chico”, ressalta Raimundo. (fonte: Sinergia-BA)

Para esta sexta-feira (11/5) também estão agendadas audiências públicas na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, às 10h; na Câmara dos Deputados, em Brasília, às 14h; e na Câmara Municipal de Franca (SP), às 17h. Essas audiências são promovidas pelos parlamentares que compõem a comissão especial que analisa proposta sobre a privatização da Eletrobras (PL 9463/18).

A presença dos trabalhadores na defesa da Eletrobras e contra a sua privatização é fundamental em todas essas atividades.
NÃO À PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS!
URBANITÁRIOS EM LUTA!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu