Nesta terça-feira (12/6), representantes da FNU – Federação Nacional dos Urbanitários e do CNE – Coletivo Nacional dos Urbanitários – estiveram reunidos com o presidente da câmara, Rodrigo Maia, na residência oficial da Presidência da Câmara, para discutirem os caminhos da privatização da Eletrobras.

Também participaram do encontro, o deputado federal José Carlos Aleluia (DEM-BA), relator do PL 9463/18, que trata da privatização da estatal elétrica, e o deputado federal Fabio Garcia (DEM-MT), relator do PL 1917/15, que trata da portabilidade da conta de luz, ambos em tramitação na Câmara.

Durante a reunião os representantes dos trabalhadores demonstraram sua posição claramente contrária à venda da estatal e suas subsidiárias e pediram que os projetos que estão tramitando na Câmara sobre o tema não sejam votados. De outro lado, os parlamentares deixaram claro que é importante dar continuidade às votações de matérias importantes para o governo.

Pela imprensa (jornal Valor Econômico), o deputado José Carlos Aleluia (DEM-BA), que também participou do encontro, disse que “mostramos a eles (trabalhadores) as dificuldades que poderão ser enfrentadas se nada fizermos, o ônus para todos, inclusive para os trabalhadores”.

Leia, a seguir, no boletim do CNE – Coletivo Nacional dos Eletricitários – o resumo do encontro

NOSSA LUTA TEM CONTINUAR MAIS FORTE AINDA CONTRA A PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS!
AGORA MAIS DO NUNCA É HORA DE FAZERMOS PRESSÃO JUNTOS AOS PARLAMENTARES.

Fale aos parlamentares que você é contra a privatização do setor elétrico brasileiro

Faça pressão! Acesse o site da campanha Energia Não É Mercadoria e envie mensagem aos parlamentares

O governo golpista de Temer continua com suas manobras junto aos parlamentares em busca da privatização da Eletrobras. Não podemos permitir.

Vamos mostrar nossa força intensificando a pressão aos parlamentares contra a entrega do patrimônio do povo!

Acesse o site da campanha Energia Não É Mercadoria e envie sua mensagem aos parlamentares. (abrindo a página há uma enquete, rolando para baixo, você encontra o formulário para encaminhar sua mensagem aos parlamentares)

Clique aqui para acessar o site Energia Não é Mercadoria.

Deixe uma resposta

Fechar Menu