A Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado aprovou nesta terça-feira (15/5) convite ao ministro da Fazenda, Eduardo Guardia, para que ele dê detalhes sobre a privatização da Eletrobras. A audiência pública está prevista para a próxima terça-feira (22/5).

Os senadores dessa comissão querem mais informações do governo, antes da chegada da Medida Provisória 814/2017 chegue ao Plenário, assim como o PL 9463/2018, atualmente em tramitação na Câmara dos Deputados. Ambos tratam da privatização da Eletrobras. (com informações: Agência Câmara)

O autor do requerimento do convite ao ministro é do senador Tasso Jereissati (PSDB-CE). Seria interessante que o senador também convidasse representante dos trabalhadores, não apenas se restringisse a ouvir o lado do governo.

Tramitação da MP 814

No dia 9 de maio, a Comissão Mista a Medida Provisória 814/2017 , que facilita a privatização das seis distribuidoras de energia elétrica controladas pela Eletrobras, aprovou o texto principal do relatório do deputado Júlio Lopes (PP-RJ).

A proposta envolve as distribuidoras que atuam nos estados do Amazonas, Acre, Rondônia, Roraima, Piauí e Alagoas. O Governo pretende arrecadar com as seis distribuidoras R$ 300 mil reais, ou seja, cada estatal será entregue pelo preço irrisório, sem nenhum passivo, de R$ 50 mil.

Com a aprovação, o texto segue para votação em Plenário. Se a MP não for aprovada até 1º de junho, ela caduca.

CONTINUAMOS FIRMES NA LUTA CONTRA A ENTREGA DO PATRIMÔNIO DO PAÍS
NÃO À PRIVATIZAÇÃO DA ELETROBRAS!

Deixe uma resposta

Fechar Menu