Imagem relacionadaMARIELLE, PRESENTE!

Mais uma mulher assassinada. Uma mulher negra, jovem, vinda de uma comunidade do Rio de Janeiro. Uma militante feminista.

A vereadora carioca Marielle Franco representava a parcela mais excluída da população. E sua luta sempre foi um exemplo para todas nós. Mostrou que, sim, é possível chegar lá.

E, exatamente quando denunciava a violência e o abuso das autoridades na absurda intervenção militar no Rio de Janeiro, foi brutalmente assassinada.

A Secretaria de Mulheres da FNU e a Secretaria de Mulheres da CNU exigem a imediata apuração desse crime bárbaro.

Por Marielle e por cada mulher assassinada, espancada ou violentada, seguiremos nossa luta! Acreditamos que essa é a melhor homenagem que podemos prestar nesse momento de dor.

“Por nossas mortas, nenhum minuto de silêncio, mas toda uma vida de luta!”

Giovana Maria Noleto Barros da Silva
Secretária da Mulher da FNU

Amélia Fernandes
Secretária da Mulher da CNU

Leia aqui também a nota das direções da FNU e CNU.

Fechar Menu