Com o objetivo sensibilizar a sociedade civil e o poder público sobre a importância do saneamento para a saúde, o meio ambiente e a geração de empregos, tendo em vista a ameaça de privatização dos serviços públicos, será instalada a Frente Parlamentar Mista em Defesa da Universalização do Saneamento no Estado do Pará, nesta sexta-feira (4/5), às 14h, na Assembleia Legislativa do Estado, em Belém.  A atividade também contará com audiência pública sobre a universalização do saneamento do estado.

Trata-se de uma iniciativa do deputado Estadual Carlos Bordalo com o apoio do Sindicato dos Urbanitários do Pará – Stiu-PA, que avança na efetivação de uma das propostas do Coletivo Nacional de Saneamento e da Frente Nacional de Saneamento Ambiental – FNSA – para o enfrentamento à ameaça do atual governo para a mudança na atual Lei Nacional de Saneamento e uma consequente privatização do setor em todo o país.

As Frentes parlamentares em todos os estados e também no Congresso Nacional servirão para reforçar o controle social do setor, que é a principal ferramenta da sociedade civil organizada para apresentar suas reivindicações, acompanhar os projetos de desenvolvimento e fiscalizar as obras de infraestrutura das cidades.

Por isso é muito importante que os trabalhadores e as trabalhadoras participe do Lançamento da Frente Parlamentar, nesta sexta-feira (4/5), em Belém (PA).

Assembleia de fundação do Ondas

O Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento – ONDAS – foi criado no último dia 25 de abril, em Brasília, por entidades sociais, sindicais e acadêmicas. Seu objetivo é formular políticas para o saneamento básico, lutar contra qualquer tentativa de privatização da água e elaborar documentos no setor.

A assembleia de fundação (oficial) do ONDAS está agendada para o próximo dia 7 de junho, às 17 horas, na Universidade de Brasília – UnB.

No mesmo dia também acontecerá reunião da Frente Nacional de Saneamento Ambiental.

Deixe uma resposta

Fechar Menu