É assim que eles agem: dilapidam o patrimônio para cumprir os rombos e a população fica entregue aos mandos e desmandos do capital privado, que só enxergam á água e o saneamento como mercadorias.

Bandeira do governador de São Paulo, João Doria (PSDB), o programa de desestatização poderá contribuir de forma importante para o Estado cumprir o Orçamento em 2019. A capitalização da Sabesp, estimada em R$ 5 bilhões, junto com o contingenciamento de R$ 6 bilhões em recursos do Orçamento, ajudaria o Estado a cobrir R$ 10 bilhões em receitas consideradas incertas. (fonte: Valor)

Clique para ler a reportagem do jornal Valor (23/1/2018) link: SP usará Sabesp para cumprir orçamento este ano, diz Meirelles

Leia também:
Governo de São Paulo estuda privatização da Sabesp
Editada nova MP que privatiza o saneamento: Temer agindo no apagar das luzes

Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

 

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu