A maior subsidiária da estatal Eletrobras, Furnas, está proibida de participar durante um ano de leilões promovidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), como licitações para novos projetos de geração e transmissão, devido a atrasos na entrega de uma série de empreendimentos eólicos.

A decisão, tomada em reunião da diretoria colegiada do órgão regulador nesta terça-feira (24/7), vem em um momento em que a companhia já tem ficado de fora dos leilões devido a dificuldades financeiras e a discussões em andamento sobre planos do governo federal para privatizar a Eletrobras.

Deixe uma resposta

Fechar Menu