O diretor do Sindicato dos Urbanitários de Pernambuco, José Hollanda, disse na segunda (15/1) que vai tentar suspender ou anular a assembleia geral extraordinária da Chesf, marcada o próximo dia 19 de janeiro de 2018. Os servidores alegam que a reunião visa retira a autonomia e esvaziar a Chesf, centralizando o poder na Eletrobras, dentro da estratégia geral de privatização do sistema Eletrobras.

As entidades farão, na porta de Chesf, no dia 19 de janeiro, uma assembleia de protesto contra a AGE que altera o estatuto.

“As entidades sindicais e os acionistas minoritários estão notificando a Chesf da ilegalidade de tal AGE e se farão um protesto formal no início da Assembleia e, se efetivada a Assembleia, entrarão na Justiça com uma ação para anular e suspender seus efeitos”, disse Hollanda. (fonte: Blog de Jamildo)

Deixe uma resposta

Fechar Menu