Em entrevista à Rádio Brasil Atual, nesta terça-feira (8/1), Pedro Blois, presidente da FNU – Federação Nacional dos Urbanitários, comentou as declarações da equipe de governo Bolsonaro sobre a proposta de privatização da Eletrobras e a nova Medida Provisória (MP 868/18) que privatiza o saneamento no país e que começa a tramitar no Congresso Nacional.

Pedro Blois destacou a importância de se esclarecer a população sobre os reais prejuízos que sofrerá, tanto na qualidade dos serviços como com o aumento das tarifas, caso as privatizações ocorram.

Ouça a entrevista na íntegra:

Leia também:
. MP que privatiza o saneamento básico irá impactar diretamente os serviços nos pequenos municípios
Entidades do setor de saneamento reforçam posição contrária à nova MP que privatiza o saneamento
Editada nova MP que privatiza o saneamento: Temer agindo no apagar das luzes
. MME: novo ministro diz que dará continuidade à privatização da Eletrobras

Eletrobras será privatizada, caso não tenha uma forte resistência dos trabalhadores

Queremos saber:
Bolsonaro está descumprindo promessa de campanha eleitoral, durante a qual ele afirmou que não privatizaria o setor elétrico e, agora, sua equipe de governo diz que vai privatizar a Eletrobras…

Urbanitários na resistência: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu