Representantes de dezenas de entidades que compõem a Frente Nacional pelo Saneamento Ambiental – FNSA – já estão em Brasília nesta segunda-feira (12/11) para pressionar os parlamentares a não aprovarem a MP 844/18 – a MP da Sede e da Conta Alta -, caso a proposta seja mesmo colocada em votação no Plenário da Câmara dos Deputados.

Um compromisso do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, com a oposição prevê o começo da análise da MP nesta segunda-feira (12/11) apenas quando for atingido o quórum de deliberações (257 deputados). A sessão está marcada para às 17 horas.

“Vamos continuar fazendo o trabalho de convencimento dos parlamentares contra a MP 844, esclarecendo o quão nefasta é essa medida para a universalização do saneamento no país, ao desestruturar todo o setor, acabamento o subsídio cruzado, onde os municípios mais ricos ajudam a financiar as obras nos municípios mais pobres”, explica Pedro Blois, presidente da Federação Nacional dos Urbanitários – FNU.

A MP foi aprovada na comissão mista no último dia 31 de outubro e muda regra da lei de consórcios públicos (11.107/05) para permitir que continue vigente o contrato entre a empresa pública de saneamento a ser privatizada e os municípios para os quais presta serviços no âmbito do consórcio formado entre eles. Antes da MP, esse contrato teria de ser extinto.

Entenda como a MP do Saneamento prejudica diretamente a população e os municípios mais pobres

Leia também:
Frente Nacional pelo Saneamento convoca para resistência contra a MP 844/18: a partir da segunda (12/11)
MP da privatização do saneamento pode ir a votação na segunda-feira (12/11): pressão tem que continuar

FAÇA TAMBÉM A SUA PARTE COMO CIDADÃO

PRESSIONE OS PARLAMENTARES PARA VOTAREM NÃO À PRIVATIZAÇÃO DO SANEAMENTO

As entidades ABES, Asseame, AESBE, ABAR, ABM, FNU, FNP, FNSA criaram uma campanha para envio automático de mensagens aos parlamentares contra a aprovação da MP 844/18.

Veja como enviar sua mensagem:

Manifeste-se CONTRA A MP 844, enviando mensagens aos parlamentares (deputados estaduais e senadores) de seu Estado. Para fazer isto, é muito fácil: clique aqui e, quando a página abrir, basta preencher o formulário com seu e-mail e o Estado em que reside. Depois, é só clicar em ENVIAR.

Pronto! Seu manifesto contrário à MP seguirá para os parlamentares que representam seu estado.

Você também pode enviar as mensagens diretamente do seu email e/ou telefonar para os gabinetes dos parlamentares.

Seguem as listas:
Lista dos Líderes dos partidos e bancadas
E-mails lideanças dos partidos na Câmara
. Senadores – acesse aqui os emails e telefones dos gabinetes de todos os senadores
. Deputados federais – acesse aqui os emails e telefones dos gabinetes de todos os deputados federais
Busca rápida por filtros de deputados federais,      acesse: http://www2.camara.leg.br/deputados/pesquisa 

Não vamos deixar que a MP do Saneamento seja aprovada pelo Congresso.
Vamos à luta contra mais esse retrocesso proposto pelo governo ilegítimo.
Urbanitários em luta: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.

ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu