Atualização às 10h20, em 26/7/18: Em leilão realizado na Bovespa, a empresa Equatorial Energia arrematou a Cepisa – distribuidora Eletrobras Piauí. A luta em defesa das distribuidoras e do setor elétrico continuam. Toda pressão junto aos parlamentares para não aprovarem o projeto que autoriza as privatizações.

Contra a privatização das distribuidoras de energia dos estados do Alagoas, Acre, Amazonas, Piauí, Rondônia e Roraima, eletricitários de todo o país iniciaram nesta quarta-feira (25/7) uma paralisação de 48 horas.

Está agendado para esta quinta-feira (26/7), o leilão da distribuidora Eletrobras Piauí – Cepisa, porém o jurídico dos trabalhadores estão atuando em várias frentes para impedir esse processo. Os leilões das outras distribuidoras pode acontecer em 30 de agosto.

Há duas semanas, liminar do ministro Ricardo Lewandowski proibiu o governo de vender, sem autorização do Legislativo, o controle acionário de empresas públicas de economia mista.

Nesse sentido é preciso pressionar os parlamentares para que não votem a favor da privatização do sistema Eletrobras. A real ameaça de que a matéria deva ser colocada em votação, assim que o Congresso retornar do recesso no início de agosto.

O presidente da FNU, Pedro Blois, reafirma o apoio da Federação à paralisação dos trabalhadores e trabalhadoras das distribuidoras da Eletrobras. Pedro ainda destaca a importância dessa luta que, na verdade, é uma luta em defesa do patrimônio nacional. Assista:

É preciso pressionar os senadores a votarem contra o projeto de privatização das distribuidoras e do sistema Eletrobras. Para pressioná-los, envie mensagens para seus e-mails, redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram). Você também pode telefonar para os gabinetes. 

Acesse aqui a lista de senadores e senadoras.

Faça sua parte e pressione seu parlamentar contra a privatização das distribuidoras Eletrobras.

Leia também:
Jurídico dos eletricitários mobilizado para evitar leilão da CEPISA agendado para esta quinta-feira (26/7)

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu