Data para envio das informações foi antecipada de 15 para 8 de fevereiro

Em ofício, a CUT relembrou aos dirigentes sindicais que em 18 de janeiro, foi enviada correspondência alertando sobre os riscos de retirada de direitos na proposta do governo de reforma da Previdência e que foi dado um prazo até 15 de fevereiro para que os sindicatos informassem a Secretaria Geral sobre as propostas de enfrentamento e de luta discutidas nos sindicatos e em Plenárias Estaduais.

Porém, a CUT alerta que, diante da antecipação da data da Direção Executiva, programada para os dias 13 e 14 de fevereiro, é solicitado que os sindicatos antecipem o envio dessas informações para a Secretaria Geral até dia 8 de fevereiro, para que possam ser sistematizadas e apresentadas no processo de preparação da luta nos estados.

A Plenária Nacional Urbanitária está programada para dia 20 de fevereiro, em São Paulo-SP.

Leia a orientação da CUT aos sindicatos, apenas atenção para a nova data (8 de fevereiro): Orientação para entidades CUTistas

Leia também:
. CUT e demais centrais preparam resistência contra a reforma da Previdência
Se aprovada, reforma de Bolsonaro destruirá a Previdência e a Seguridade Social

Urbanitários na resistência: contra à privatização do setor elétrico e do saneamento.
ÁGUA, ENERGIA E SANEAMENTO NÃO SÃO MERCADORIAS!

 

Fechar Menu