A prefeitura de Dom Eliseu está tentando retirar da Cosanpa a concessão de prestação de serviços de água e saneamento. Uma audiência pública, realizada no final de novembro, decidiu pela suspensão do contrato existente entre a empresa e a administração municipal. A reunião para a discussão dos problemas no abastecimento de água do município, localizado na região nordeste do estado, foi promovida pelo promotor da Comarca e teve a participação de representantes da prefeitura e entidades da sociedade civil local.

A partir da decisão da audiência pública, a prefeitura tem tentado tomar conta das instalações da Cosanpa sem nenhuma medida judicial, chegando a tentar invadir os prédios. Os trabalhadores da empresa estão resistindo e impedindo que os equipamentos sejam tomados por funcionários da prefeitura. O clima é de tensão.

A Cosanpa já está tomando as medidas judiciais cabíveis, assim como o Sindicato, por meio da assessoria jurídica, para resguardar a integridade física e moral dos trabalhadores. É preciso que o bom senso prevaleça e que a situação seja discutida civilizadamente com objetivo de resolver os problemas na prestação do serviço ou outra medida que seja a menos prejudicial tanto para a empresa como para a população. Vale lembrar que privatizar serviços públicos não é a melhor alternativa e isso é comprovado com vários exemplos, inclusive no Pará.

O Sindicato está acompanhando de perto a situação e manterá os trabalhadores informados por meio dos nossos boletins. NÃO À PRIVATIZAÇÃO DO SANEAMENTO EM DOM ELISEU!

Fonte: Ascom STIUPA

Deixe uma resposta

Fechar Menu