A Copasa não compareceu à reunião convocada pelo Ministério Público do Trabalho (MPT) para discutir medida pretendida de mudar as escalas de plantão dos trabalhadores nos distritos operacionais.

A procuradora do Trabalho, Dra. Luciana Marques Coutinho marcou nova audiência em caráter de urgência para a próxima quarta-feira, 11 de julho, reconvocando a Copasa para comparecer.

O SINDÁGUA compareceu à reunião com vários diretores que representam os trabalhadores na área operacional e reiteramos à procuradora que a empresa descumpre Acordo Coletivo de Trabalho Extraordinário, forçando uma nova escala de plantão para superar à falta de mão de obra em todo o Estado, sacrificando os trabalhadores, que ficam praticamente sem descanso semanal.

O sindicato orientou a direção para mobilizar todos os trabalhadores e exigirmos que a empresa respeite o ACT vigente, ao mesmo tempo em que determinou ao departamento jurídico da entidade tomar todas as medidas necessárias para garantir o direito estabelecido.

Deixe uma resposta

Fechar Menu