Fernando Pereira, coordenador do CNE – Coletivo Nacional dos Eletricitários – e secretário de Energia da FNU – Federação Nacional dos Urbanitários -, nesta terça-feira (12/6), em entrevista à Rádio Brasil Atual, fez um balanço do primeiro dia de paralisação da categoria. Ele também explicou a decisão judicial pela legalidade da greve, mas exige que 75% dos funcionários mantenham suas atividades para garantir a geração, produção e distribuição da energia, sob pena de uma multa diária de R$ 100 mil para os sindicatos.

Ouça aqui a entrevista completa. Confira.

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu