O presidente do Sindicato dos Urbanitários da Paraíba, Wilton Maia Velez, ao conceder entrevista em emissora de rádio na última segunda-feira, 28, falou sobre sua nova função na qualidade de Coordenador de Gestão do Governo do Estado, bem como das suas atribuições enquanto dirigente sindical.

Ao ser questionado sobre a polêmica das casas do conjunto habitacional Aluízio Campos, quando a Prefeitura Municipal acusa a Cagepa de se negar a levar água para o núcleo, Wilton Maia afirma que se trata de uma inverdade, “tanto é que os imóveis foram construídos com a água que vem de Boqueirão”.

A Cagepa, jamais se negou em levar água para o conjunto; “ocorre que existe a pretensão de indústrias se instalarem no local e é necessário que a Companhia seja informada. A instalação de qualquer empreendimento não pode ocorrer sem antes de ter um projeto de viabilidade hidrica ”, destacou o Coordenador.

PRIVATIZAÇÃO – Especificamente sobre a possibilidade da Cagepa deixar de ser estatal, Wilton Maia disse que o governador João Azevêdo já deixou bem claro que a Companhia vai continuar sendo pública na sua gestão: “A empresa vive hoje um outro momento: investiu em pessoal e em equipamentos técnicos. Soube muito bem atravessar o momento mais crítico que Campina Grande viveu que foi durante o racionamento. Obviamente que precisa aprimorar o  relacionamento com seus clientes, mas isso está sendo feito de forma gradativa”.

Fonte: Ascom Stiupb

Fechar Menu