Atualização às 10h20, em 26/7/18: Em leilão realizado na Bovespa, a empresa Equatorial Energia arrematou a Cepisa – distribuidora Eletrobras Piauí. A luta em defesa das distribuidoras e do setor elétrico continuam. Toda pressão junto aos parlamentares para não aprovarem o projeto que autoriza as privatizações.

Jurídico dos eletricitários trabalham para impedir o leilão e a venda da Cepisa – clique aqui para saber mais

Em meio a disputa judicial, acontece nesta quinta-feira (26/7) o leilão da Eletrobras – Distribuição Piauí (Cepisa). O prazo de apresentação das propostas foi até a última segunda-feira (23/7) e teve que ser aumentado em questão de horas, afim de dar tempo que mais propostas pudessem concorrer no certame.

O leilão acontecerá, às 10h, na Bolsa de Valores B3, em São Paulo.

Os nomes das empresas que irão participar só serão divulgados durante o leilão que poderá ser acompanhado pela internet. Confira CLICANDO AQUI.

Durante a sessão pública serão abertas as propostas econômicas apresentadas pelos investidores interessados. Será possível também realizar lances de viva-voz. A Cepisa será vendida pelo valor simbólico de cerca de R$ 50 mil. Vence o certame que ofertar o maior valor de deságio na tarifa elétrica definida pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel).

O processo de privatização da empresa se dá sob protesto e após intenso embate entre órgãos representativos dos trabalhadores e Governo Federal no judiciário. Eletricitários iniciaram uma paralisação de advertência que iniciou nesta quarta (25/7) e deve seguir até esta quinta (26/7).

A venda chegou a ser suspenso pelo Governo Federal, mas foi novamente confirmado para esta quinta. A presidente do Supremo Tribunal Federal (STF), ministra Cármem Lúcia, negou um pedido de liminar feito pela Associação dos Empregados da Eletrobrás (AEEL) pedindo a suspensão. Na noite desta quarta-feira (25/7), o ministroDias Toffoli, negou outro pedido para suspender o leilão.

Vão vender o que não é deles

O governador Wellington Dias (PT) criticou o leilão da Cepisa nesta quarta-feira (25/7).  “Estão leiloando uma empresa que na avaliação do próprio governo foi R$ 490 milhões e estão ofertando por R$ 50 mil. Claro que como governador não podemos aceitar. Ela é um patrimônio do Piauí e precisa certamente de um respeito, de uma solução por parte da União”.

“É uma empresa que pertence ao Estado. A União está vendendo uma empresa sem autorização do estado. Se o estado não autorizar, vão  vender o que não é deles”, disse o governador. (com informações: Cidade Verde)

Leia também:
Jurídico dos eletricitários mobilizado para evitar leilão da CEPISA agendado para esta quinta-feira (26/7)

NOSSA LUTA NÃO TEM TRÉGUA!

Com a aprovação pela Câmara do projeto de lei (PL) que viabiliza a privatização das distribuidoras da Eletrobras, os trabalhadores da categoria, representados pela FNU – Federação Nacional dos Urbanitários – e o CNE – Coletivo Nacional dos Eletricitários – estão agora no corpo-o-corpo junto aos senadores, na tentativa de sensibiliza-los para rejeitarem o projeto.

É preciso pressionar os senadores a votarem contra o projeto. Para pressioná-los, envie mensagens para seus e-mails, redes sociais (Twitter, Facebook, Instagram). Você também pode telefonar para os gabinetes. 

Acesse aqui a lista de senadores e senadoras.

Faça sua parte e pressione seu parlamentar contra a privatização das distribuidoras Eletrobras.

 

 

Deixe uma resposta

Fechar Menu