Entidades sociais, sindicais e acadêmicas, em abril último, participaram do ato de criação do Ondas – Observatório Nacional dos Direitos à Água e ao Saneamento, que agora será instituído oficialmente por meio da uma assembleia de fundação.

A assembleia será realizada em 7 de junho, às 17 horas, no Centro de Apoio ao Desenvolvimento Tecnológico da UnB – Universidade de Brasília, Brasília –DF.

O objetivo do Ondas será o de formular políticas para o saneamento básico, estudos e análises, e lutar contra qualquer tentativa de privatização da água em nosso país.

A FNU – Federação Nacional dos Urbanitários –, por entender que a constituição do Ondas é fundamental para o desenvolvimento do setor de saneamento e a universalização dos serviços, é uma das entidades que está à frente de sua criação.

O presidente da FNU, Pedro Blois, convida as entidades que discutem amplamente a questão do saneamento a participarem da assembleia de fundação do Ondas. Assista:

Leia também:
Pela resistência contra qualquer tentativa de privatizar a água é criado o Observatório Nacional do Saneamento

Deixe uma resposta

Fechar Menu